segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Coca-cola x Dinheiro

Já falamos aqui o quanto é importante planejar antes de começar a fazer alguma coisa, principalmente quando falamos em questões financeiras. E você já parou pra pensar no quanto gastamos com coca-cola?
Mas deixa eu me explicar primeiro. Não estou falando da coca-cola em si, mas de todas as coisas desnecessárias que tem ocupado a maior parte da nossa lista de prioridades, estou falando de coisas com as quais gastamos nosso dinheiro sem perceber o rombo que fazem em nosso orçamento. Futilidades, quinquilharias, supérfluas, vaidade, desnecessárias... Tudo isso representado pela cultura coca-cola, a bebida do capitalismo.
O que me motivou a escrever esse post foi algo que aconteceu não faz muito tempo. Num sábado à noite, disposto a fazer uma média com a namorada (como conquistar uma garota lição #1), encomendamos uns salgadinhos da vovó (Dona Elena) e fomos à padaria pra comprar o refrigerante. Chegando na padaria, abrimos a geladeira (freezer na vertical onde são colocados os refrigerantes para termos a sensação de que estamos em casa e podemos pegar e consumir sem nos preocuparmos com o custo), e verificamos as opções de refrigerante. Como a padaria onde fomos já é famosa por ser a mais careira no Dom Bosco, pegamos uma garrafa de Schin Guaraná imaginando que seria mais barato que uma coca de 2 litros. Quando chegamos ao caixa para pagar, a surpresa. A garrafa que pegamos custava nada menos que R$ 3,80 (TRÊS REAIS E OITENTA CENTAVOS)(não me chamem de avarento mas não tô podendo gastar). Só por curiosidade, perguntei o preço da coca-cola e a resposta assustadora saiu dos lábios de uma atendente constrangida pela absurdo que estava pronunciando: R$ 6,00 (SEIS REAIS). O marba custava R$ 3,50...
Não sou um socialista declarado nem me considero uma pessoa politicamente engajada, mas esse tipo de absurdo implantado em nossa sociedade pelo Capitalismo me leva a pensar um pouco mais sobre as nossas prioridades. Isso porque todos os dias vemos pessoas reclamando da condição financeira... não tem dinheiro pra isso, falta dinheiro pra aquilo, nunca sobra pra comprar aquilo outro... e assim vai, mas a coca-cola não falta na mesa. Invertemos os valores, e isso vai muito além dos valores financeiros apenas.
Algumas pesquisas mostram que gastamos muito mais dinheiro com aquilo que não precisamos ou que não vamos usar do que com o nosso bem estar e instrução. Milhões são gastos em reality shows que premiam artistas que já estão cheios de grana, mas o sertanejo continua vendo o gado morrer e a seca destruir a lavoura sem ninguém se dispor a ajudar. Essas são realidades que devem nos levar a refletir no valor do dinheiro.

Ah, e o fim da história... Devolvi o Schin pra geladeira e comprei outro refrigerante na padaria mais próxima por R$ 2,80.

Obs.: Omitimos os nomes das padarias por serem conhecidas de alguns leitores desse blog. E espero não ser processado pela Coca-cola.

3 comentários:

  1. kkkkkkkkkkk foi engraçado.
    Bom, vamos aproveitar e cortar os gastos com Coca-cola.
    1º- Sobra Dinheiro
    2º- Evita gordura, celulites...

    Pensando por este lado, nem é tão ruim assim o preço estar tão absurdo! (;

    ResponderExcluir

Obrigado pela visitinha e volte sempre ♥